Notícias

Compartilhe esta Notícia

Nutricionista dá dicas de como não exagerar durante a ceia de Natal

 

Foto -

 

Natal é tempo de mesa farta. Tem peru, chester, tender, pernil, salpicão, doces e muitos outros pratos que é difícil resistir às tentações e não exagerar. Segundo as nutricionistas, as pessoas podem aproveitar a variedade de frutas, hortaliças e legumes para garantir uma 'ceia saudável'. Vamos dar dicas de um cardápio completo e equilibrado com pratos indispensáveis para uma ceia da Natal. As opções incluem desde peru assado até doces.

 

Tradição X saúde

 

Para uma ceia saudável, a nutricionista recomendada o tradicional peru assado ao forno ou chester, que são duas carnes magras. Para quem prefere um bom churrasco, basta evitar costela e cupim "as outras estão liberadas, desde que na hora da refeição a gordura seja retirada.

 

Os carboidratos ficam por conta de arroz a grega ou com lentilhas, batata corada ao forno e farofa com passas. As saladas devem ser feitas com hortaliças, folhas, legumes cozidos ou crus e frutas. Para temperar, limão, sal, azeite ou mesmo um molho à base de iogurte desnatado ou natural.

 

Para as sobremesas, a nutricionista indica frutas da estação, como abacaxi e manga, ou mesmo uma salada de frutas substituindo o leite condensado por iogurte natural ou desnatado. Mas, se a preferência ainda for por doces, a opção é prepará-los com as versões ligth dos ingredientes.

 

Quanto às bebidas, a melhor escolha é pelo vinho tinto ou suco natural. Cervejas e outras bebidas alcoólicas devem ser evitadas, principalmente em execesso.

 

Outra dica importante é se alimentar normalmente durante o dia e ainda ingerir um copo com leite ou suco, acompanhados de bolachas, duas horas antes da ceia.


Servindo o prato

 

A composição do prato também deve ser equilibrada. Dividir o prato em duas metades é o segredo para equilibrar e evitar o exagero. Em uma metade coloca-se a salada e na outra as carnes e o carboidrato.

Porém, para manter uma dieta saudável, se permitindo exagerar em datas festivas, é necessário fazer reeducação alimentar e manter uma dieta saudável e equilibrada durante todo o ano, aliada a exercícios físicos. Natal e Ano Novo são apenas dois dias dos 365 do ano. Não quer dizer que com os exageros destas datas, a dieta foi toda perdida.