Notícias

Compartilhe esta Notícia

Dormir bem: a importância do sono na sua saúde

 

Muitas vezes a noite é insuficiente para algumas pessoas descansarem. Em média, são necessárias 8 horas de sono para que o corpo humano possa se recuperar do cansaço diário.

Uma noite mal dormida gera desgaste no dia seguinte e acarreta uma série de enfermidades que muitas vezes nem imaginamos. É errado acreditar que durante o sono o cérebro fica passivo, pois é nessa hora que ele trabalha com maior intensidade, guardando as informações mais importantes do dia.

 

O objetivo final do sono não é prover um período de repouso; ao contrário do que acontece durante a anestesia geral, no sono, aumenta-se de forma notável a frequência de descargas dos neurônios (maiores do que os observados em vigília tranquila).

 

O mundo moderno obriga as pessoas a dormirem cada vez menos. O ser humano está projetado para dormir de 8 a 10 horas a cada 24 horas, isso proporcionaria uma melhor qualidade de vida, contrapondo o que a sociedade moderna tem estipulado, prejudicando assim a saúde do indivíduo.

 .

Foto -


CONHEÇA ALGUNS MITOS E VERDADES SOBRE O SONO:

 

– ALIMENTOS ESTIMULANTES À NOITE CAUSAM INSÔNIA?
VERDADE: O consumo de produtos estimulantes, como: a cafeína, energéticos, pó de guaraná e mesmo a nicotina (tabagismo) podem realmente tirar o sono.

 

– FAZ MAL DORMIR COM PLANTAS DENTRO DO QUARTO?
MITO: As plantas fazem fotossíntese de dia e produzem oxigênio. À noite elas consomem oxigênio e eliminam CO2. A quantidade de CO2 eliminada é, de modo geral, muito pequena e insuficiente para causar qualquer problema a um ser humano.

 

– EXERCÍCIOS FÍSICOS À NOITE MELHORAM O SONO?
MITO: Na verdade, a atividade física regular próxima da hora de deitar libera adrenalina e aumenta a temperatura corporal, situação antagônica ao sono adequado. A recomendação é evitar atividades vigorosas nas 3 horas que precedem o sono.

 

– A INSÔNIA AUMENTA O RISCO DE DIVERSAS DOENÇAS COMO HIPERTENSÃO, OBESIDADE, INFARTO DO MIOCÁRDIO, DERRAME CEREBRAL E DIABETES?
VERDADE: A insônia crônica leva a um aumento importante do risco cardiovascular. Eleva a pressão arterial, predispõe ao diabetes tipo II e aos distúrbios do colesterol. A causa é complexa e envolve aumento da secreção de cortisol e ativação de outras cascatas do metabolismo. Com tudo isso, aumenta secundariamente o risco de infarto do miocárdio e derrame cerebral.

 

– COCHILAR À TARDE PREJUDICA O SONO DA NOITE?
MITO: Não existe nenhuma evidência que o cochilo à tarde comprometa o sono de noite. Após o almoço, é natural sentir sono (pelo desvio de sangue para os órgãos relacionados à digestão, aliado à acidificação do estômago, reduzindo a acidez do sangue e gerando sonolência). Esse cochilo, no entanto, não deve passar de 30 a 60 minutos. Você troca um período de baixo rendimento no estudo ou trabalho, por um descanso que aumentará o rendimento das atividades à tarde.

 

– DURANTE O SONO O NOSSO CÉREBRO DESCANSA?
 MITO: O cérebro lentifica seus processos mentais em algumas fases do sono e acelera em outras. Na fase conhecida como sono REM (fase dos sonhos), por exemplo, o cérebro funciona a todo vapor. Ele organiza e consolida memórias do dia anterior, organiza pensamentos, secreta hormônios e exercita a criatividade. Por isso, o sono não é só descanso e preparo para o dia seguinte, mas também continuação do nosso complexo processo intelectual.

 

– O CONSUMO MODERADO DE BEBIDA ALCOÓLICA RELAXA E MELHORA O SONO?
 MITO: O álcool dá sono e realmente relaxa algumas pessoas. No entanto, ele desorganiza a arquitetura interna do sono, tornando-o não reparador. Além desse efeito direto, ele também piora os episódios de ronco e apneia, causando micro despertares em quem ronca e atrapalhando o sono de quem está perto.

 

– QUEM DORME POUCO, ENGORDA?
 VERDADE: Diversos estudos relacionam a insônia ao ganho de peso. Isso ocorre, pois durante o sono liberamos leptina, hormônio da saciedade. Quem dorme pouco, acaba assaltando mais a geladeira de madrugada.

 

SUGESTÕES PARA DORMIR MELHOR:
– Tome um banho quente antes de se deitar;
– Tente dormir e acordar mais ou menos no mesmo horário todos os dias;
– Evite comer em horário próximo ao de ir dormir.
– Evite alimentos gordurosos e doces.
– Evite estimulantes como: café, refrigerantes, álcool e cigarro.
– Evite beber muito líquido antes de dormir.
– Não leve trabalho para a cama.
– Procure se exercitar regularmente, porém não muito perto da hora de dormir.

 

BENEFÍCIOS DE UMA BOA NOITE DE SONO:
– Previne a obesidade;
– Combate a hipertensão;
– Controla o diabetes;
– Diminui o risco de doenças cardiovasculares;
– Fortalece a memória;
– Previne a depressão;
– Favorece o desempenho físico e mental;
– Melhora o desempenho na escola e no trabalho.