Notícias

Compartilhe esta Notícia

Dia Nacional da Mamografia, 05 de Fevereiro

O que é Mamografia?

 

A mamografia é um procedimento médico de diagnóstico por imagem (radiografia), cujo objetivo é examinar e estudar o tecido mamário (mamas), através de um equipamento específico chamado “Mamógrafo”, capaz de detectar minúsculas lesões, nódulos ou outras anormalidades, mesmo que estas estejam imperceptíveis ao tato.

Através da mamografia, também é possível identificar os menores indícios de câncer (em uma fração de milímetros). Este é muito mais eficaz que o auto exame da mama (ensinado aqui), e oferece maior precisão no diagnóstico, que se realizado precocemente, aumenta muito as chances de cura e/ou controle, com tratamentos mais moderados e menos agressivos.

 

Foto -

 

A partir de quantos anos é recomendável fazer a Mamografia?


A idade recomendada pelo Ministério da Saúde para o início da realização da mamografia é a partir dos 40 anos, com intervalos de 1 a 2 anos. Mas em casos de mulheres com históricos na família, o que representa em média 10% dos casos de câncer de mama, o ideal é que a mamografia comece a ser realizada já a partir dos 35 anos.


No entanto, a idade para que uma mulher inicie a realização do exame pode variar de acordo análise do seu ginecologista ou mastologista (uma sub especialidade da ginecologia), que pode levar em consideração suspeitas de tumores ou nódulos, além de alguns fatores de risco comuns que listaremos abaixo:

 

Fatores de risco


De acordo o Instituto Nacional do Câncer, é recomendado manter maior atenção aos seguintes fatores de risco:

 

•Histórico familiar: Principalmente em ocorrências com parentes de primeiro grau, como mãe ou irmã, com casos de câncer de mama antes dos 50 anos.

 

•Menopausa tardia, quando ocorrida somente após dos 50 anos de idade.

 

•Garotas cuja primeira menstruação ocorreu muito cedo (menarca precoce).

 

•Gravidez após os 30 anos.

 

•Mulheres que ainda não tiveram filhos (nuliparidade).

 

•Ingestão de álcool, mesmo que em quantidade moderada.

 

•Exposição a Radiações Ionizantes, antes dos 35 anos.

 

 

Recomendações para fazer a mamografia:

 

Além dos fatores de risco, qualquer outro sintoma de câncer de mama, como inchaços anormais nos seios ou nas veias, nódulos, mamilos invertidos devem ser apresentados ao médico, para que este possa fazer o exame da mama, e neste caso, possivelmente recomendar uma mamografia.


Atente-se às recomendações neste caso:

 

•Opte preferencialmente por um serviço com mamógrafo, evitando aparelhos de Raio-X adaptados para mamografia.

 

•Evite agendar o procedimento para a semana anterior à menstruação, pois os seios ficam mais sensíveis neste período.

 

•Igualmente, nas duas semanas anteriores, evite alimentos e bebidas como café (cafeína), chocolates e refrigerantes, pois estes também podem deixar os seios doloridos e inchados.

 

•O exame não é dolorido, mas tende a ser um pouco incômodo. Então, evite se mover durante o procedimento, pois a qualquer movimento talvez seja necessário refazer a radiografia.

 

•Se por ventura sentir dores, peça ao técnico responsável para que interrompa o procedimento, e explique a situação.

 

•Mulheres com menos de 30 anos de idade com algum problema nos seios pode, opcionalmente, fazer uma ultra-sonografia ao invés da mamografia, já que até esta idade, a densidade das mamas pode dificultar o diagnóstico.