Notícias

Compartilhe esta Notícia

Azeite de oliva: os benefícios e como consumir

 

Muito tem se falando em manter uma dieta saudável e equilibrada.Finalmente as pessoas se deram conta de como ter uma alimenta rica em bons nutrientes faz diferença na nossa saúde e tem na forma física. Entre os alimentos que ganharam destaque temos o azeite de oliva.


O azeite é um tipo de óleo extraído da azeitona, o fruto de uma árvore muito famosa, principalmente, por causa da bíblia, a oliveira. Para os que moram na região do Mar Mediterrâneo o azeite é tão importante que é conhecido como “ouro líquido”.

 

Foto -

 

Os tipos de azeite de oliva:

 

Só podemos chamar um óleo de azeite de oliva se ele foi extraído exclusivamente da azeitona. Desta forma, não pode haver nenhum tipo de mistura com outros tipos de óleo. Quando se fala em azeite de oliva, a sua qualificação leva em conta o seu processo de extração. Assim temos:

 

Azeite extravirgem: possui ácido oleico numa porcentagem não superior a 1%. É a melhor opção para o consumo pois é o que apresenta melhores propriedades antioxidantes.

 

Azeite virgem: aqui você encontrará um óleo de sabor mais marcante graças à presença do ácido oleico não superior a 2%.

 

Azeite virgem corrente: possui ácido oleico com quantidade não superior a 3,3%.

 

Os benefícios do azeite de oliva

 

Faz bem ao coração
Os agentes antioxidantes presentes no azeite reduzem as taxas de LDL, um colesterol ruim que se acumula nas paredes dos vasos reduzindo a sua elasticidade e o o espaço dele, aumentando a pressão sanguínea. É o que se chama de aterosclerose e pode causar diversos problemas como o infarto cardíaco ou então o AVC (acidente vascular cerebral).

 

Protege o cérebro
Alguns estudos já começam a apontar os benefícios das substâncias antioxidantes diretamente no cérebro. Por retardar o envelhecimento celular, elas ajudam a manter as funções cognitivas estáveis e também ajuda na prevenção de doenças como o Mal de Alzheimer e o Parkinson.

 

Bom para os ossos
O consumo diário de azeite de oliva deixa os nossos ossos mais fortes, menos propensos a fraturas e a osteoporose. Acredita-se que a vitamina K presente o óleo tenha uma relação direta com a saúde do ossos.

 

Ajuda na perda de peso
Quem quer emagrecer e perder gordura pode acrescentar azeite de oliva na dieta. Muitos devem estar se perguntando se isso não é uma loucura, afinal de contas, o azeite não deixa de ser uma gordura. Isso ocorre porque ele ajuda a promover maior sensação de saciedade e com isso você come menos porque sente menos fome.

 

Previne o diabetes
Quando estamos passando por alguma doença ou quando há algum tipo de inflamação no nosso corpo, a insulina não consegue fazer o seu trabalho da melhora maneira e assim, o pâncreas precisa sempre secretar mais quantidade desse hormônio. Assim, como o azeite também é um agente antioxidante, essas inflamações diminuem e o trabalho da glândula também.

 

Como consumir o Azeite de oliva

 

Quantidade ideal
Apenas duas colheres de sopa por dia ou 30 g de azeite de oliva já é o suficiente para que qualquer pessoa consiga aproveitar todos os benefícios desse alimento. Tente substituir o azeite pela manteiga e outras gorduras como o óleo de soja.

 

Porém, não se esqueça que tudo em excesso é sobra. Até mesmo um óleo saudável como o azeite pode causar problemas de saúde se consumido em quantidades superiores às ideais.